De tempos em tempos, as redes sociais apresentam um fenômeno interessante. Algumas celebridades mundiais escolhem um novo estilo, postam suas fotos com looks impecáveis. Depois de alguns dias, milhares de pessoas de todos os continentes, inundam a internet usando as mesmas peças.

Claro, não foi diferente com a moda loungewear.

Porém, se foram as famosas que popularizaram essa tendência, o que realmente ajudou a consolidar esse estilo foi uma situação bem diferente da que citamos anteriormente.

Com o início da quarentena em muitos países, uma grande parte da população mudou completamente sua rotina, deixando de lado as empresas e transformando suas casas em pequenos e aconchegantes escritórios.

Logo, se a nossa maneira de trabalhar mudou, a de se vestir também, certo? Com toda a certeza!

Loungewear é uma das palavras mais usadas atualmente por quem ama moda ou trabalha nessa área. Se você é apaixonada por tendências, talvez já saiba do que estamos falando. Porém, se você ainda está aprendendo os inúmeros termos e expressões do mundo fashion, esse é o momento certo para ficar por dentro do que significa essa expressão.

Já avisamos que a ideia é uma só: escolher algo confortável e aconchegante, mas com sofisticação suficiente para manter o estilo.

Mas, o que define essa categoria de roupas relativamente nova? Quais as peças ideais para compor um look loungewear? Essa moda combina com todos os ambientes? Caso você tenha ficado curiosa e queira entender um pouco mais do assunto, é só continuar com a gente.

Vamos lá?

O que é moda loungewear?

Talvez, a melhor definição seja: roupas informais feitas especialmente para serem usadas em casa, na rua, no escritório ou onde mais você quiser. Não existe regra quando o assunto é conforto!

Bem no meio do caminho, com um pezinho nos pijamas e outro no mundo das roupas esportivas, principalmente as de ioga, o loungewear é o meio termo que muita gente procura para fugir das peças muito justas, como os jeans e as típicas roupas de escritório.

No final das contas, a moda loungewear traz de volta as roupas confortáveis que podem ser usadas dentro e fora de casa, sem julgamentos. Inclusive, o que é mais legal nessa tendência é que ela abrange praticamente todas as faixas etárias e mercados, podendo ser usada tanto por homens quanto por mulheres.

Ficou com dúvidas? Nós te ajudamos! Aí vão cinco características que toda peça de loungewear precisa ter:

1. Devem permitir que você se sinta “fresca” e elegante, ao mesmo tempo que fazem você se sentir relaxada;

2. As peças devem fazer você se sentir pronta para ficar em casa no maior estilo, mas também preparada caso precise atender um cliente ou sair para comprar algo;

3. No caso de peças mais largas, no estilo “boyfriend” , um toque feminino é fundamental;

4. As roupas devem ser fáceis de dobrar ou enrolar. Quanto mais maleáveis, melhor;

5. Sentir-se confortável é um luxo! Por isso os tecidos devem ser de ótima qualidade, com altos níveis de algodão, seda, lã etc.

Não confunda: na prática, loungewear não é o mesmo que pijama!

Quando ouvimos a palavra “pijama” pensamos automaticamente em roupas perfeitas para tirar aquela soneca ou ter uma bela noite de sono. Ou seja, modelos que são produzidos para serem tão confortáveis que são capazes de nos fazer dormir em minutos. Essas peças fantásticas vão de camisetas e camisolas, até conjuntos, curtos ou longos.

Já o loungewear, é simplesmente aquela roupa que você costuma vestir para ficar em casa quando quer se sentir mais arrumada, para dar uma saída rápida ou para receber uma visita. São as peças que a maioria de nós escolhe quando quer conforto, mas não quer perder de jeito nenhum o estilo.

Estilos diferentes podem usar a mesma tendência? Claro!

Nos últimos anos, a sociedade mudou e abriu novas portas na moda. O importante agora é oferecer o que as pessoas realmente precisam.

No caso das mulheres, uma grande parcela trabalha diretamente de casa, seja como:

– Freelancers;

– Empreendedoras;

– Prestadoras de serviço remoto;

– Ou dezenas de outras categorias.

Mas, afinal, o que essas mulheres vestem quando precisam receber clientes ou realizarem alguma reunião por vídeo?

Basicamente, existem duas categorias de loungewear. A primeira delas é a de roupas que oferecem conforto, calor e liberdade para trabalhar sozinha. As principais peças desta categoria são:

– Roupões no estilo quimono;

– Calças largas;

– Camisetas com pelo menos um número acima do normal;

– Moletons mais largos;

– Túnicas de cetim.

Na segunda categoria de loungewear, temos as peças para “mulheres ativas”:

Essas peças são o ponto de partida das mulheres dinâmicas, que não querem perder a elegância, mesmo no conforto do lar. Para quem recebe muitas visitas ou sai de casa para pequenas reuniões é fundamental ter no guarda-roupa esses itens:

– Calças confortáveis, mas bem cortadas;

– Vestidos que não marquem, mas que passem a impressão de segunda pele, como os de lã ou malha macia;

– Macacões de tecidos fluídos;

– Calças de moletom com a perna mais ajustada;

– Lingerie confortável, com calcinhas maiores ou de cós mais alto;

– Tops esportivos ou peças sem bojo;

– Regatas lisas;

– Peças em linho;

– Muitas roupas de academia com recortes diferentes, do tipo que combinam com qualquer outra peça mais formal do armário.

Independentemente de entrar na moda do loungewear para ficar sozinha em casa ou para usar no escritório, o ideal é focar em cores sólidas e tons neutros, para criar looks diferentes e estilosos. Portanto, aposte no cinza, preto, azul, creme, branco ou nas cores que estão em alta, como o azul claro e o verde militar.

Lembre-se de que muitas peças de loungewear funcionam super bem na rua, então não tenha medo de ousar. Claro, não estamos falando sobre usar um roupão felpudo ou os seus chinelos de pano para fazer compras no supermercado, mas sobre considerar as peças loungewear mais casuais como ótimas opções para isso.

E aí, gostou de conhecer mais sobre essa tendência? Está pronta para entrar na moda do loungewear também? Então, aproveite para visitar o nosso site e conferir os nossos produtos!

Escreva um comentário

Share This