Sem dúvidas, a moda íntima faz parte do cotidiano de todas as mulheres. Vestir sutiãs e calcinhas, que valorizam o corpo, melhora a confiança e autoestima da mulher. Por isso, é importante estar informada sobre as novas tendências de lingerie de cada ano.

O ano de 2018 foi marcado pelas peças íntimas expostas, servindo como sutiã, top e biquíni simultaneamente compondo looks icônicos e super virais. Bateu saudade do que estava em alta este ano? Continue lendo este post e recorde!

Quais foram as tendências de lingerie de 2018?

A preocupação da moda íntima passou a não ser mais somente a aparência e a sensualidade do gênero feminino. O principal aspecto das coleções de lingerie foi o conforto unido com a sensualidade, que deixa as mulheres mais felizes e satisfeitas com o seu próprio corpo. Além disso, permite também a livre movimentação delas sem apertar ou machucar qualquer parte do corpo.

A moda ousada e glamorosa daquele ano apostou em tons terrosos e pastéis, que vão do nude ao roxo, passando por tonalidades de marrom, azul, vinho e acinzentado. Estampas floridas e outras texturas delicadas também estiveram em alta nas novas coleções da estação. Essas cores são ideais para usar com roupas mais claras, proporcionando um look mais leve e jovial.

Veja a seguir os principais aspectos dos modelos mais utilizados nessa temporada, que conquistaram as mulheres.

 

Esportivo

lingerie esportiva

As diferenças entre top, sutiã e biquíni deixaram de existir nessa temporada com modelos mais fluidos entre esses conceitos. Essa tendência surgiu gradativamente com o uso de croppeds e de sutiãs com a alça aparente, até que as blusas foram abolidas e os sutiãs começaram a ser usados para compor o look.

Foi possível apostar em jaquetas abertas, sutiãs com calça ou saia, vestidos decotados, ou qualquer conjunto, que exponha sua lingerie. Nessa linha são usados modelos mais esportivos, retos e lisos. Depois do sucesso da Calvin Klein com lingeries contornadas por elásticos, esse modelo também se tornou cada vez mais popular. Além disso, eles permitiram o livre movimento das mulheres com total conforto.

Transparência

A transparência sempre foi um sucesso, principalmente nas roupas íntimas. Ela acrescenta charme e sensualidade no conjunto, além de valorizar o corpo. Em tecidos leves, a transparência pode ser usada tanto em peças mais ousadas e vazadas, quanto em lingeries mais românticas.

Essa característica é muito utilizada junto de bordados, contornos e recortes, que deixam os sutiãs, as calcinhas e as camisolas ainda mais bonitos. Também pode se tornar um detalhe especial quando explorada em bodies, dando um charme a mais na peça.

 

Bralette

O “Bralette” surgiu como um novo tipo de sutiã, que não tem arco e nem bojo. A característica principal desse modelo é ser confortável, além de muito estiloso. Pode ser encontrado em qualquer tipo de tecido, como renda ou algodão.

Essa lingerie pode ser mais curta ou comprida, sendo encontrada com diferentes recortes. O importante é não ter nenhum enchimento e deixar todos os movimentos das mulheres livres.

Bodies

body em alta

Os bodies também estiveram (e ainda estão) muito em alta. Existem modelos mais detalhados, com tecidos transparentes, rendas e lacinhos, ou peças mais lisas. Você pode apostar em modelos mais sensuais ou mais simples, dependendo da sua vontade.

Os bodies trazem um visual muito chique e sofisticado. Essa peça pode ser usada para compor o seu look, já que pode ser vestida com calças, saias ou macacões.

Cintura alta

As calcinhas de cintura alta, “hotpant”, também foram muito populares, pois trazem um ar vintage na composição do look. Além disso, são extremamente confortáveis, já que contornam o corpo sem marcar ou apertar.

 

Strappy Bra

Os “Strappy Bra” são sutiãs que possuem tiras. Essas tiras, que fizeram sucesso em 2017, continuaram em alta em 2018. Elas ficam à mostra para dar um toque especial no look, já que deixam o visual mais charmoso e descolado. Além disso, podem ficar muito sensuais se usadas como arma de sedução.

Mismatched

Por último, a tendência agora é se livrar dos conjuntinhos. Não é necessário ficar presa a combinações mais. A moda é descombinar, misturando sutiãs e calcinhas com estampas diferentes. Essa novidade é chamada de mismatched. Assim, as mulheres podem ficar mais livres para combinar estampas, cores, proporções e tecidos.

Podemos perceber que essas tendências surgiram para promover a liberdade da mulher. A preocupação passou a não ser mais somente com a aparência. Foi possível ver a importância do conforto das mulheres e da sua liberdade de escolha na moda íntima.

As lingeries são componentes essências da sensualidade e da confiança do gênero feminino. Usar uma peça confortável e bonita pode deixar as mulheres mais satisfeitas e felizes com o próprio corpo. Por isso, é importante estar sempre antenada sobre as novidades na moda íntima e em como ela pode atender aos seus gostos!

Gostou de lembrar quais eram  as tendências de lingerie para 2018? Acha que alguma delas continua em alta em 2020?

Share This