Começar uma venda

Como você sabe, o mercado está muito competitivo, e a concorrência, cada vez maior. Com o cenário de crise dos últimos anos, muita gente ficou desempregada ou diminuiu suas vendas. No entanto, também teve quem aproveitou esse período para aprender a começar uma venda e alavancar seu negócio. Sabe aquela história de que, enquanto alguns choram, outros vendem lenços?

É a partir desse contexto que escreveremos este texto, para que você aprenda a começar uma venda que, de repente, pode transformar a sua vida, principalmente, se você comercializa algum produto ou serviço. Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que o consumidor mudou — ele está mais bem informado e, portanto, mais exigente. Isso também obrigou as empresas e os vendedores a reinventarem suas abordagens.

Para começar uma venda, é preciso ter consciência de que você está lidando com um cliente moderno, que, além do produto em si, no qual espera encontrar qualidade e preço atrativo, busca viver uma experiência. Diante desse cenário, é essencial que o vendedor fuja daquela abordagem convencional, que pressiona o potencial comprador a fechar negócio. Não, isso não funciona bem.

É primordial deixar o consumidor à vontade. Em vez de falar do seu produto, por exemplo, destaque seus benefícios. Ou seja, evidencie os ganhos que seu cliente terá ao adquirir sua mercadoria. Para ajudá-lo, vamos mostrar, neste artigo, dicas preciosas sobre como abordar as pessoas para realizar uma venda e não perder oportunidades na hora de fazer um negócio. Continue conosco!

A prenda a começar uma venda identificando o estilo do cliente

Cada pessoa é única e especial. Tem seus próprios hábitos, ideias e valores. Isso quer dizer que é crucial ter atenção ao estilo do potencial comprador. Verifique, por exemplo, se é uma pessoa mais aberta, que gosta de conversar, ou se tem um jeito mais discreto, de poucas palavras.

Tenha sensibilidade em relação ao nível de interesse da pessoa e foque, sempre, em ajudar o cliente. Além disso, acompanhe os movimentos e os gestos do indivíduo, fale no mesmo tom de voz que ele e estabeleça uma verdadeira conexão. Isso pode parecer bobo, mas fará toda a diferença para fechar um negócio.

É necessário que você crie empatia, ou seja, que se coloque no lugar do outro. Lembre-se de que, para atender bem, é preciso entender o consumidor.

Busque as necessidades do comprador

Dentre as diversas metodologias de vendas, uma das mais importantes tem a ver com as necessidades do consumidor. Portanto, descubra a necessidade inicial da pessoa. Isso pode ser um ótimo motivo para “quebrar o gelo” de uma negociação.

Com as redes sociais, costuma ser fácil saber o que a pessoa gosta ou de que precisa. Se ela postou uma música em seu Facebook, por exemplo, comente sobre o artista. Quando você entra no mundo do outro, fica muito fácil oferecer seu produto. Além disso, tenha sempre verdadeiro interesse no cliente. Um elogio pode ajudar bastante, mas precisa ser sincero e você tem de ter cautela para não bajular.

Tenha em mente que, quanto mais informações das necessidades do potencial comprador você tiver, maiores são as chances de fechar negócio.

Saiba ouvir com plena atenção

Talvez você saiba, mas é importante destacar que ouvir é muito diferente de escutar. Quem escuta está apenas recebendo uma informação que, como dizemos informalmente, “entra em um ouvido e sai pelo outro”.

No entanto, quem ouve está realmente atento ao que a pessoa tem a dizer. Um vendedor eficiente é aquele que fala pouco e ouve muito, com plena atenção. Isso não quer dizer que a sua venda seja passiva. Pelo contrário. Você deve destacar os diferenciais do seu produto ou serviço, mas fará isso de uma forma mais estratégica.

Ao ouvir o cliente, você se sentirá mais confortável e confiante para oferecer sua mercadoria, pois saberá exatamente aquilo de que o consumidor precisa.

Tenha um diferencial

Como já destacamos, o mercado está ultracompetitivo, e a concorrência, cada vez mais acirrada. Portanto, para você se destacar, é preciso apresentar os benefícios dos seus produtos aos clientes.

Estude seus principais concorrentes, conheça o mercado, analise seu público-alvo e domine todas as informações do seu produto. Com isso, você terá dados preciosos em mãos e poderá definir um grande diferencial do seu negócio.

Pode ser, por exemplo, um atendimento personalizado, o custo-benefício da sua mercadoria ou a diversidade de opções do produto. O essencial é que esse diferencial fique bastante evidente no momento de fechar um negócio.

Aborde o consumidor com frases interessantes

Veja, logo abaixo, 3 frases que podem fazer a diferença no momento de abordar um cliente.

1. “Olá, Paula, tudo bem?”

É primordial agir com naturalidade diante do cliente. Mais que isso, é indispensável mostrar atenção a ele. Por isso, tratar o consumidor pelo nome e perguntar se está tudo bem, por exemplo, pode fazer a diferença em uma negociação.

Para começar uma venda, também tenha cuidado para não pressionar a pessoa. Tudo deve acontecer de forma natural.

2. “O que você acha disso?”

Essa frase é ótima para iniciar qualquer processo de venda. É uma forma eficiente de você demonstrar que verdadeiramente se importa com o seu possível comprador.

Saber perguntar e ouvir é a chave para ter sucesso em uma negociação. Quando você tem um desejo genuíno de ajudar, o cliente vai perceber, e as chances de ele comprar aumentarão substancialmente.

3. “Veja os diferenciais do produto!”

Aqui, é um momento crucial para você ressaltar os benefícios da sua mercadoria. Quando você está atento em mostrar os diferenciais do produto, quer dizer que está preocupado em entregar as melhores soluções para o seu potencial consumidor. No entanto, faça isso de forma sutil, para que o cliente não se sinta pressionado.

O que você achou dessas dicas para começar uma venda? Obviamente, não é um processo fácil, mas com estratégia, dedicação e tato, com certeza, você pode se tornar um excelente vendedor e conquistar ótimos resultados para o seu negócio. Lembre-se de que a abordagem convencional é coisa do passado e, para ter sucesso, é preciso estar atento às necessidades e aos desejos de um cliente antenado, moderno e exigente.

Se você gostou deste artigo, não deixe de continuar acompanhando nossas atualizações. Assine a nossa newsletter e receba conteúdos gratuitos sobre tendências e novidades sobre vendas e negócios.

Share This