Vender na internet

Vender na internet vem sendo uma saída interessante para as pessoas que buscam uma nova colocação no mercado de trabalho ou, simplesmente, empreender em um novo tipo de área.

Esse novo modelo de negócio tem se tornado cada vez mais comum, por oferecer maior praticidade e flexibilidade, já que permite que as pessoas realizem suas compras de qualquer lugar.

Por esse motivo, preparamos esse post para apresentar algumas dicas simples de como vender na internet para que seus empreendimentos bombem. Acompanhe!

1. Anuncie em redes sociais

Uma das principais dicas para vender na internet é buscar a plataforma de rede social que é mais utilizada pelo seu público. Por exemplo, você pode utilizar o Facebook ou o Instagram para encontrar clientes de produtos femininos, como lingeries.

Para tanto, é necessário fazer uma busca massiva e testar as redes sociais que comportam o maior número de pessoas que têm relação com o público que você deseja atingir.

2. Conheça o público-alvo

O tipo de marketing para a venda de produtos na internet deve obedecer a um conceito simples, mas que muitos deixam de lado, ou seja, enviar a mensagem certa para o público correto. Portanto, é de extrema importância que você conheça bem as pessoas que deseja se comunicar.

Você deverá saber suas dores, anseios, desejos, preferências e costumes de compras. Dessa forma, será possível centralizar o seu foco e suas estratégias de marketing diretamente para as pessoas que você deseja atingir.

Isso fará com que você economize dinheiro e tempo para encontrar clientes. Conhecendo bem o seu público-alvo, você poderá enviar sempre a mensagem correta para as pessoas que querem recebê-las e, consequentemente, as chances de aumentar as vendas serão consideravelmente maiores.

Atualmente, existem diversas ferramentas que são capazes de encontrar pessoas com determinadas características. As grandes plataformas de anúncios como o Facebook Advertising e Google Adwords são alguns exemplos clássicos.

Essas ferramentas são capazes de segmentar públicos de acordo com a localização, idade, sexo, preferências e, até mesmo, com o tipo de pesquisa que elas fazem nos buscadores como o Google.

Além disso, o próprio relacionamento com as pessoas que já compraram de você é uma ótima forma de entender o padrão de clientes da sua loja, bem como seus costumes, idade, região e outros dados importantes.

3. Publique com frequência

Essa dica é especialmente para quem utiliza as redes sociais. Você jamais deve permitir que elas fiquem abandonadas. Isso é um claro sinal de esquecimento e abandono por parte de quem gerencia a loja.

Se você for utilizar as mídias sociais, o que é extremamente recomendável, crie uma rotina de publicação mensal ou, se possível, semanal. Isso mostrará aos seus seguidores que você está constantemente trazendo novidades para que eles possam aproveitar.

Isso também mostra que a empresa está ativa e em perfeita operação, pronta para realizar uma venda ou um atendimento sem muita demora.

Atualmente, existem alguns aplicativos que fazem postagens automáticas. Você programa os posts anteriormente e estabelece o dia e o horário para que eles entrem na sua página. Dessa forma fica fácil executar essas tarefas.

É possível escrever todas as postagens do mês em um só dia e programá-las para serem publicadas em dias alternados ou a cada semana, como for mais conveniente.

Assim, além de manter suas redes sociais, sites ou blogs sempre atualizados, você terá mais tempo para gerenciar outros pontos importantes do seu negócio, como as vendas, os cadastros, as respostas aos questionamentos, entre outros.

4. Responda as dúvidas rapidamente

Ainda sobre as dicas voltadas às redes sociais, você precisa fazer um esforço para responder aos seus clientes rapidamente. Isso pode ser um grande diferencial para a sua loja, principalmente levando em consideração o fato de que os atendimentos online, geralmente, demoram muito para serem respondidos.

Ao responder às dúvidas dos seus clientes com certa rapidez, você mostra a eles que sua empresa está sempre pronta a atender às suas necessidades em tempo hábil, sem que ele permaneça por horas, ou, até mesmo, dias sem uma resposta.

Além disso, algumas redes sociais demonstram a eficiência das suas respostas, mostrando a média do tempo em que você demora para responder. Isso pode ser um forte indicador para uma pessoa que deseja comprar algo em sua loja.

Além disso, você deve sempre lembrar que as pessoas querem se sentir especiais e não há forma melhor de se fazer isso do que com um atendimento prestativo, personalizado e próximo ao seu cliente, mesmo que seja feito de forma on-line.

5. Trabalhe as imagens dos produtos

Nossa última dica de como vender na internet é com relação às fotos dos seus produtos ou das postagens que você faz. Tente sempre trabalhar bem nelas para que fiquem com aspecto mais profissional.

Com a tecnologia atual é muito simples tirar boas fotos. Até mesmo os telefones possuem câmeras excelentes para esse tipo de trabalho, principalmente, quando o objetivo é postar em uma rede social, site ou blog.

Você pode preparar um pequeno cenário, aproveitar a iluminação solar e fotografar a peça muito bem alinhada e centralizada. Uma dica extra que podemos passar para você é sempre posicionar a luz atrás da câmera ou celular.

Por exemplo, se você for utilizar o sol para iluminar a sala ou o quarto, posicione as peças na frente da janela e tire a foto a favor da luz solar. Nunca cometa o erro de fotografar a favor da luminosidade.

Isso fará com que a foto fique com uma aparência pouco profissional e ainda pode prejudicar a visualização por parte dos seus clientes. A tendência é que as pessoas deem mais atenção à postagens com fotografias atrativas e com um nível de qualidade maior.

Consequentemente, quando essas características não estão presentes, é muito mais fácil a pessoa rejeitar a postagem ou simplesmente passar por ela sem dar a devida atenção, mesmo sendo um produto do seu interesse.

Por fim, é importante mencionar que, ao contrário do pensamento de muitos, vender na internet é uma tarefa que demanda trabalho e aprendizado constante. Entretanto, o retorno financeiro é altamente compensatório.

Gostou do artigo de hoje? Então, que tal continuar aprendendo sobre o assunto? Leia nosso artigo sobre como iniciar uma venda.

 

Share This