Comprar Roupa Intima

O uso da lingerie certa pode valorizar o seu corpo e visual. Com diversos modelos, cores e tamanhos, as lingeries são peças que nunca saem de moda. No entanto, a partir do momento em que ficam desgastadas, elas podem perder todos os benefícios e se tornarem um verdadeiro incômodo. Mas como saber quando é a hora de comprar roupa íntima?

Não existe um prazo de validade determinado, porém alguns sinais podem indicar que está na hora de trocar a roupa íntima. Com o passar do tempo as peças tendem a perder a eficácia e seu objetivo que é a proteção das partes íntimas e, com isso, se tornam prejudiciais à sua saúde.

Por isso, criamos este post com dicas para ajudar você a identificar se está na hora de comprar roupa íntima e renovar o seu guarda-roupa.

O que observar para trocar a roupa íntima?

Aro solto

Imagine você vivendo sua vida, fazendo as coisas do dia a dia e do nada sente algo cutucando e incomodando, assim que olhar percebe que o aro do seu sutiã soltou e está machucando. Se você já passou por isso sabe do que eu estou falando. Esse é o momento de aposentar aquela peça e comprar uma nova.

Depois de algum tempo, a costura arrebenta e o aro acaba saindo para fora. Você pode até tentar costurar, mas as chances de acontecer de novo são gigantes, especialmente se não for um sutiã de qualidade.

Bojo enrugado

Já aconteceu de você estar atrasada, se vestindo para sair, e ao colocar aquele sutiã que combina exatamente com a roupa, percebe que está ele estranho ou incomodando? Isso pode acontecer quando o bojo está enrugado. Além de marcar nas roupas e ficar estranho, causará desconforto durante o uso.

Isso acontece porque o tecido do sutiã está relaxado ou o bojo danificado. Geralmente isso ocorre depois de muito tempo de uso e muitas lavagens. Lavar e secar de maneira correta pode ajudar na conservação das peças.

Alças relaxadas

Um dos principais motivos para trocar o sutiã são as alças relaxadas. Pode ser dentro de casa, trabalhando, andando na rua, em uma festa… Quando a alça está relaxada, pode incomodar bastante. Com o tempo de uso, esse item acaba esticando e prejudica os seios por não manter a sustentação correta e não moldar corretamente no corpo.

Para aquelas peças que vêm com alça removível, existe um truque que pode funcionar. Se o resto do sutiã está em perfeito estado de conservação e é aquela peça queridinha, você pode comprar novas alças para usar com a lingerie.

Laterais largas

Um dos incômodos mais comuns são as laterais largas. Com o passar do tempo, o elástico do sutiã que não é de boa qualidade começa a alargar.

As laterais largas podem trazer outra adversidade: a perda da sustentabilidade. A peça fica subindo e descendo nas costas, e o fecho poderá abrir em momentos inoportunos. Quem nunca teve de usar suas habilidades para abotoar o fecho que abriu no ônibus ou em um lugar público, tão discretamente que ninguém perceba? Para evitar esse constrangimento, faça a troca!

Acessórios quebrados

Você já passou por aquela situação em que está andando e sente que tem alguma coisa errada, mas como não sabe o que é, ignora, até que descobre que a alça do seu sutiã está solta? Ou de repente a peça abre, sem mais nem menos? Isso geralmente acontece porque algum acessório quebrou.

Reguladores, argolas e fechos são alguns itens que podem quebrar com o passar do tempo, causando desconforto. Algumas peças com alças removíveis têm a opção de consertar ou trocar a peça defeituosa. Mas, se isso não for possível, está na hora de desapegar dessa lingerie.

Calcinhas e cuecas

Você já teve aquela calcinha (ou cueca, para os homens) que é seu “xodozinho”? Aquela peça que, por mais velha que esteja, está na sua gaveta e se depender de você não vai embora tão cedo? Bom, pode estar na hora de se livrar dela. Lingeries e cuecas apertadas não fazem bem, mas largas demais e muito usadas também não.

Cuecas muito frouxas tendem a provocar assaduras e, por conta da deterioração as peças íntimas tendem a perder a eficácia quando o assunto é proteção das partes íntimas. A partir do momento que fica larga e fora do lugar, causando fricções, está na hora de renovar.

Como conservar a roupa íntima corretamente?

Alguns cuidados ajudam a conservar as peças para que durem mais e comprar roupa íntima no período correto. Confira!

Lavagem

Prefira sempre lavar à mão. Caso não tenha essa opção, existem saquinhos protetores específicos para lavagem de roupas delicadas em máquinas. Opte sempre por sabão neutro, sem cheiro e com a fórmula específica para isso, e evite o uso de cloro para manter suas peças em melhores condições.

Coloque a peça para secar em ambiente arejado para evitar proliferação de fungos e bactérias. Sutiãs devem ser lavados a cada dois ou três usos, pois são mais propensos a fungos e bactérias.

Secagem

Na hora de secar, evite torcer as peças ao final da lavagem. Mantenha em local arejado e na sombra, pois o sol tende a desbotá-las. Fuja de secadoras; seu uso pode danificar a fibra dos tecidos. Se a peça não for de algodão, evite passá-la para não danificá-la.

Armazenagem

Ao guardar, separe as peças por cores e modelos e coloque as mais especiais de um lado e as do dia a dia do outro. Evite inverter ou dobrar o bojo de seus sutiãs para não danificá-los. Em viagens, lembre-se de guardá-los adequadamente para não deformar o bojo.

Sempre que usar, espere um tempo antes de guardar seus sutiãs. Isso porque a umidade ajuda na proliferação de fungos e bactérias. Outra dica legal é de tempos em tempos abrir a porta do seu guarda-roupa e gavetas para que suas peças possam “respirar” um pouco.

Peças muito largas ou apertadas, sutiãs que perderam a sustentação e lingeries que incomodam são algumas indicações de que está na hora de se desfazer delas e comprar roupa íntima nova. As lingeries devem ser suas aliadas no dia a dia, e não tornar sua vida mais difícil, certo?

Gostou? Então não descuide de sua moda íntima e aproveite para ver nossas 6 dicas para comprar lingerie on-line.

 

Conjuntos de lingerie a partir de R$12,99

 

Share This